Passageiros de mototáxis devem usar máscara e capacete com viseira fechada por causa da pandemia

Passageiros de mototáxis devem usar máscara e capacete com viseira fechada por causa da pandemia

Categoria foi autorizada a retomar serviços na segunda (17). Profissionais e clientes devem seguir outras regras.

Passageiros de mototáxi terão que usar máscara e capacetes com viseira fechada durante as viagens, de acordo com os protocolos divulgados pelo governo do estado para o setor. O segmento foi autorizado a retomar as atividades na segunda-feira (17), pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19. Entre as regras determinadas está a higienização de moto e capacetes.

De acordo com o governo do estado, a liberação de mototáxis deverá ser regulamentada pelas prefeituras. Os municípios que autorizarem a volta do transporte por moto deverão obedecer aos novos protocolos de segurança, como fornecimento de toucas descartáveis aos passageiros e álcool em gel a 70% para higienização das mãos, antes de manipular equipamentos de proteção.

De acordo com Rinaldo Alves, presidente do Conselho de Entidades de Mototaxistas de Pernambuco, a categoria sofreu bastante com a suspensão das atividades.

“Hoje, somos mais de 200 mil mototaxistas no estado de Pernambuco. É um serviço de que a população gosta e precisa. Durante esses 5 meses que tivemos nossas atividades paralisadas, nossa categoria sofreu muito. Alguns mototaxistas tiveram até que vender seus pertences para se manter e sobreviver”, afirmou.

Também é necessária a limpeza com álcool a 70% do capacete dos passageiros, dos punhos (manopla), das alças de apoio do garupa e assentos da moto, na presença de cada novo passageiro, além de proibição de compartilhamento do capacete para o motorista.

Os passageiros deverão manter a viseira fechada durante todo o trajeto, principalmente para evitar que o vento traga sujeira ou partículas que os obriguem a tocar os olhos e outras partes do rosto, expondo-se à contaminação.

Além disso, antes das viagens, os pilotos devem manter um distanciamento de 1,5 metro, nos pontos ou onde as motos pararem.

Por G1 PE

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.